30 de mai de 2013

Como ensinar um cão a gostar de ser escovado



Em uma enquete em nossa fan page, perguntamos ao nosso público “O seu cachorro permite ser escovado?” Entre os que participaram da enquete, alguns não conseguem ou conseguem com certa dificuldade. Conforme fora prometido, vou apresentar algumas dicas que, se seguidas com consistência, podem ajudar aos tutores que não possuem “muita facilidade” com o seu cão.
Se o seu cão não permite ser escovado, antes de conseguir deixar os pêlos bem “lisinhos”, e o peludo “arrumado”, vamos ensiná-lo a perder o medo ou a reatividade da escova, e também a gostar do processo em si.
Ensine o seu cão a gostar da escova. Para iniciar o processo utilize uma escova massageadora como a da imagem, ou apenas utilize o lado liso da sua escova. As rasqueadeiras constumam ser doloridas, e isso podem contribuir para o cão não gostar de ser escovado. Eu mesma não gostaria!
Apenas chegue a escova perto dele, use um marcador (pode ser o clicker, um “OK!”, “Muito bem!”) e recompense! (Fica combinado que toda vez que eu disser: “Recompense!”, já está claro que é oferecer a guloseima, certo?)
Quando ele permitir que a escova chegue perto sem apresentar reação, aumente o critério.
Agora, vamos tocar ele com a escova + usar o marcador + recompensar!
Se o processo estiver sendo feito corretamente, ele vai pensar o seguinte:
“- Hum! Todas vez que aquele objeto estranho aparece e me toca algo bom acontece. Gostei!”
Bingo! Estamos evoluindo.
Quando ele permitir ser tocado e não mais reagir, podemos novamente aumentar o critério.
Desta vez, toque e escove suavemente um pequeno pedaço dele + use o marcador + recompense!
Pronto, este é o processo a ser realizado. O importante é não avançar de fase sem que o cão esteja confortável com o processo e gostando do que está acontecendo. É o cão que dita o ritmo do processo, e não a sua pressa em atingir o objetivo, ok?
O mesmo pode ser usado para cães que não permitem que cortem as suas unhas. Apenas adapte o treino.
Bons treinos pessoal!
Emmanuelle Moraes
Postar um comentário