20 de fev de 2013

Venda de Cães em gaiolas


Somos AMPLAMENTE contrários à venda de filhotes que permanecem expostos em estabelecimentos comerciais o dia inteiro dentro de uma gaiola. Tais animais são, no mínimo, oriundos de "criadores de fundo de quintal" ou de "fábrica de filhotes". Nos indigna que clínicas veterinárias, Pet Sho's e empresas do ramo, pratiquem tal ação.
Um filhote tem muita energia, necessidade de movimentação e interação com outros cães para desenvolver comportamentos da própria espécie, além da própria estrutura física, para que possa crescer de forma saudável física e mentalmente.  Revoltante é um filhote ficar confinado o dia inteiro (quando não o tempo todo), dentro de uma jaula. Além de que o piso de tais gaiolas, por serem de "grade" machucam o pé do animal. 
São obrigados a fazerem as suas necessidades básicas, tais como, urinar e defecar no mesmo local onde dormem e passam o dia todo. No mínimo, o animal que é submetido a isto, terá problemas para usar o "banheiro" de forma correta, já que foi forçado a um comportamento ANORMAL a própria espécie. Os cães sofrem muito com isto. Uma empresa que comercializa um animal e o submete a referida condição, infringe a ele  baixo grau de bem-estar animal e também maus-tratos. Se uma empresa do ramo PET tem este tipo de conduta com o "objeto" principal do seu negócio, imagina o que não faz aos animais nos outros serviços que oferece?!
Se uma empresa não se preocupa com o bem-estar daquele que é o foco principal do seu negócio, obviamente que não preza pela maneira como os animais são tratados durante o banho e tosa, hotel, internação...
Não comprem cães oriundos desta forma de comercialização!
 Uma forma de colaborar com o fim deste comércio cruel é procurar o veterinário responsável, ou o proprietário do local e expor o seu ponto de vista e não mais consumir os serviços e produtos daquele local. Consumidores responsáveis podem mudar muita coisa! Quando optar pela compra de um cão, procure um criador responsável, peça referências, opte por quem cria em ambiente doméstico e seleciona os Lares para onde vai o filhote.
Emmanuelle Moraes - Educadora Canina

Postar um comentário