25 de abr de 2010

Alex, o papagaio...







Fiquei muito emocionada e compreendi perfeitamente os sentimentos da Dra. Pepperberg em relação à perda de seu grande amigo ao ler o primeiro capítulo do livro: “Alex & Eu”, disponibilizado gratuitamente no site da editora Record.
Já tinha lido um comentário sobre o papagaio cinzento africano de nome “Alex” e suas habilidades cognitivas em um blog sobre etologia. Havia ficado surpresa com os relatos, mas não tinha me aprofundado no assunto, vez que naquele momento minha busca era sobre outra informação.



Mas, hoje comecei a pesquisar mais sobre a vida de Alex e fiquei encantada com o que encontrei. Irene Pepperberg era uma cientista formada em química que teve sua vida transformada tanto na profissão como também no campo pessoal depois que passou a conviver com o papagaio.



Foram 30 anos de convívio com “Alex” durante a realização de uma pesquisa que revolucionou conceitos científicos sobre o potencial cognitivo de um animal. Ele era capaz de entender conceitos matemáticos como: maior, menor, mais, pouco, e sabia somar. Conhecia mais de 100 palavras, identificava cores e expressava afeto e intencionalidade.



Durante os 30 anos de convívio ela teve que manter certo distanciamento em nome de sua pesquisa, mas a morte prematura do papagaio a fez vivenciar a verdadeira relação de amor e afeto que tivera com seu leal amigo.

No livro, Irene não traz um conteúdo de cunho científico, mas aborda a relação de afeto entre os dois. Fica aó o vídeo para poder conhecer o tão famoso papagaio: